Um dos aspectos que mais influencia na decisão de quem planeja morar em outro país é o custo de vida. Sem dúvida entender quais são os principais gastos e o que eles representam frente aos salários é essencial para tomar uma decisão. Neste artigo vamos apresentar em detalhes o custo de vida em Portugal e quais aspectos mais pesam no orçamento.

Qual o custo de vida em Portugal?

O custo de vida em Portugal gira em torno de 1.500€ a 2.000€ para duas pessoas. Mas é importante ter em mente que são vários os fatores que influenciam no custo final, desde a cidade escolhida até o número de pessoas na família, passando ainda pelo padrão de vida estabelecido.

O custo de vida em Portugal é alto?

Se comparado aos demais países europeus, o custo de vida em Portugal não é alto, pelo contrário, é o mais baixo entre os países da Europa Ocidental.

Mas se compararmos o custo de vida em Portugal ao do Brasil, no país europeu o custo é mais alto. É preciso considerar vários fatores para entender melhor essa questão, desde o salário mínimo, até o médio, passando, claro, pelo preço dos itens do dia a dia.

Poder de compra em Portugal

O poder de compra em Portugal não é dos mais elevados da Europa. Com os salários consideravelmente mais baixos (se comparado com outros países), o poder de compra da população também é menor.

Mas se compararmos com o Brasil, o poder de compra da população em Portugal é mais elevado. Em Portugal, apesar dos salários baixos, o poder de compra é cerca de três vezes maior em relação ao Brasil.

Quanto custa morar em Portugal? Depende da cidade

Isso mesmo, o custo de vida em Portugal vai depender especialmente da cidade na qual se vive. Isso porque um dos aspectos que mais reflete nos gastos de quem vive no país é o valor da moradia. Nas maiores cidades esse valor está bem acima da média no país, encarecendo e muito a vida.

Já nas cidades menores, o aluguel costuma ser bem mais em conta. Assim, viver nos arredores de grandes cidades é uma boa forma de economizar com moradia.

Custo de vida em Lisboa

A capital portuguesa é, também, a cidade mais cara do país para viver. Com os preços elevados de moradia, alugar um apartamento de um quarto no centro da cidade pode custar cerca de 864€. Se o objetivo é viver com a família toda, o custo de um imóvel de três quartos gira em torno de 1.625€.

Outro aspecto que pode ser bem mais caro no custo de vida em Lisboa que no restante do país é comer fora. Por ser uma cidade muito turística, não faltam opções de restaurantes, mas comer bem pode custar caro. Um jantar em um restaurante médio custa cerca de 40€ para um casal, já em um restaurante simples uma refeição fica por 10€.

Custo de vida no Porto

A segunda cidade mais importante do país, Porto, também tem um custo de vida alto, porém, mais baixo se comparado a Lisboa. O aluguel, por exemplo, chega a ser 24% mais barato na cidade nortenha. Assim, viver no centro do Porto em um apartamento de um quarto custa, em média, 674€ e em um apartamento de três quartos custa cerca de 1.178€.

Os valores de alimentação, seja em restaurantes ou em compras de supermercado, pouco diferem nas duas cidades. No geral, o custo de vida no Porto é cerca de 5% mais barato que em Lisboa, sem considerar o aluguel. Uma refeição para duas pessoas em um restaurante médio custa cerca de 39€ e uma refeição em um restaurante simples custa 7€.

Custo de vida em Braga

Uma das principais cidades da região norte de Portugal, Braga tem um custo de vida mais baixo que o Porto. No que se refere aos aluguéis, por exemplo, os valores são cerca de 21% menores, custando em média 559€ o aluguel de um apartamento de um quarto no centro da cidade e 863€ o imóvel com três quartos na mesma região.

Comer fora em Braga também é mais barato, um jantar em um restaurante médio custa cerca de 32€ para um casal. Já para o almoço em um restaurante simples, o menu custa cerca de 7€. De modo geral, viver em Braga é cerca de 4% mais barato que no Porto.

Custo de vida em Faro

O custo de vida em Faro não é tão baixo, mas ainda é mais barato do que morar em Lisboa, os aluguéis são cerca de 27% mais baixos do que na capital. Um apartamento de um quarto no centro da cidade custa cerca de 631€, já um apartamento de três quartos pode custar 1.075€.

Comer fora também pode custar um pouco mais, os preços são cerca de 3% mais caros em comparação com Lisboa. Uma refeição para duas pessoas em um restaurante de padrão médio custa 45€, e em um restaurante simples uma refeição custa cerca de 10€.

Custo de vida em Portugal com filhos

Para quem tem filhos, é preciso somar ao custo de vida alguns itens especialmente relacionados à educação em Portugal. As escolas a partir do ensino básico são gratuitas, mas cabe aos pais pagar pela alimentação (fornecida pela escola) e o material didático.

Já para as crianças na creche, é preciso contabilizar um valor que não sai barato. No Porto, a creche custa em média 342€, em Lisboa 413€, em Braga 261€ e em Faro 483€. Também é possível encontrar instituições mais baratas ou, ainda, outras que o governo subsidia.

Para os pais que pretendem colocar o filho em escolas privadas, é bom saber que o valor pode ser bem mais elevado, chegando as escolas internacionais a custar alguns milhares de euros por ano.

Aluguel em Portugal

Sem dúvida esse é o principal vilão do custo de vida em Portugal. O aluguel, especialmente nas grandes cidades, sofreu um aumento considerável nos últimos anos, pressionado pelas especulações imobiliárias e pelo crescimento do turismo.

O aumento no preço do aluguel em Portugal foi freado pela pandemia, mas em cidades como Lisboa e o Porto, a queda nos preços foi bem ligeira e já se nota um novo aumento.

Veja os valores médios de aluguel praticados no país

Consultamos o site Numbeo, que apresenta os valores médios do custo de vida no país e apresentamos a seguir os valores de aluguéis nas quatro principais cidades escolhidas pelos brasileiros.

A consulta foi realizada em dezembro de 2021 para T1 (apartamento de 1 quarto) e T3 (apartamento de 3 quartos).

T1 no centroT1 fora do centroT3 no centroT3 fora do centro
Portugal (média do país)590€458€1.018€737€
Lisboa864€651€1.625€1.097€
Porto674€497€1.178€855€
Braga559€429€863€675€
Faro631€515€1.075€843€

Entenda o aumento do custo de vida em Portugal e como ele impacta a mudança para o país.

Moradia com ou sem móveis

Em Portugal, assim como na maioria dos países europeus, é bem comum encontrar imóveis mobiliados, prontos para morar. Mas claro, isso tem um custo. Geralmente os imóveis montados, prontos para morar, custam um pouco mais que os sem mobília.

Apesar de ser um pouco mais caro, a principal vantagem de um imóvel com móveis incluídos é não ter que gastar dinheiro montando todo o apartamento. Esse aspecto é bem importante, especialmente para quem acaba de chegar no país ou ainda não está seguro sobre continuar vivendo no imóvel por um período prolongado.

Por outro lado, quem opta por alugar um imóvel sem mobília geralmente pode contar com a cozinha montada, uma vez que a maioria dos apartamentos tem os eletrodomésticos embutidos, como cooktop, forno, geladeira e, em alguns casos, até a lava-louça.

Se o objetivo é ter uma casa definitiva, comprar os móveis pode ser uma opção, especialmente considerando que Portugal tem lojas como a Ikea, com produtos a baixo custo, com design bonito e qualidade. Seja para os móveis ou utensílios, esse tipo de loja pode ajudar a baratear muito a montagem da casa.

Comprar casa em Portugal

Tendo em consideração os preços de aluguel é natural que se deduza que o comprar casa em Portugal seja caro. Porém, não é bem assim. Apesar dos preços elevados em algumas regiões, financiar um imóvel no país pode ser bem mais barato do que se imagina, com valores mensais abaixo dos praticados no aluguel. Segundo o site Idealista, o custo médio do metro quadrado em Portugal é de 2.322€ (dados de dezembro de 2021).

Claro que os preços para a compra de imóvel nas grandes cidades também são elevados. No Porto, esse valor ronda os 3.008€, enquanto em Lisboa ultrapassa os 4.992€. Já em Braga, o valor é um pouco mais baixo, o metro quadrado custa cerca de 1.374€, e em Faro custa 2.163€.

Supermercado em Portugal

Os custos de supermercado em Portugal são bem regulares, o país não enfrenta inflação significativa, por isso, não há grande variação no gasto com as compras de alimentos. Além disso, os preços variam pouco de uma cidade para outra, sendo que, em média, um casal gasta 250€ por mês em supermercado.

Para se ter uma ideia melhor dos custos, apresentamos uma lista com preços de alguns itens recorrentes na compra de supermercado, confira:

ItemPreço
Leite (l)0,63€
Arroz (kg)0,92€
Ovos (dúzia)1,72€
Queijo regional (kg)6,75€
Filé de frango (kg)4,89€
Bife de boi (kg)8,82€
Banana (kg)1,08€
Laranja (kg)1,21€
Tomate (kg)1,45€
Batata (kg)0,91€
Cebola (kg)1,02€
Alface (pé)0,95€
Água (1,5 l)0,52€
Cerveja nacional (0,5 l)1,04€
Garrafa de vinho (gama média)4€

 

Comer fora em Portugal

Quando o assunto é comer fora, talvez seja um dos itens que apresenta variação de preço no país. Isso porque, se considerarmos os valores de restaurantes nas maiores e mais turísticas cidades, eles são mais elevados do que no restante do país.

Até mesmo dentro de uma mesma cidade é possível encontrar preços bem diferentes. No Porto, por exemplo, comer na Baixa (a região mais turística) é muito mais caro do que comer nas zonas mais residenciais da cidade.

Outro aspecto que vai influenciar no preço é o tipo de restaurante. Segundo o Numbeo, uma refeição econômica no almoço custa cerca de 8€, já um jantar para duas pessoas em um restaurante médio custa em torno de 30€. Claro que esses são valores médios, assim, é possível comer a custo mais baixo ou mais alto, vai depender dos aspectos que apontamos anteriormente.

Contas da casa no custo de vida em Portugal

Existem, ainda, outros aspectos que influenciam o custo de vida: as contas da casa. No geral, elas não variam muito de uma cidade para a outra, com exceção da água que é de administração municipal.

Entenda como funcionam essas contas e quanto elas impactam no custo de vida em Portugal.

Luz e gás

Em Portugal, diferente do Brasil, o mercado de energia é livre, ou seja, você pode escolher uma empresa fornecedora de energia elétrica de acordo com os preços praticados. Assim, os custos podem variar muito de uma empresa para a outra, é importante estar atento.

A maioria das fornecedoras de energia elétrica também fornece gás, dessa forma, é possível contratar os dois serviços juntos, o que pode baratear a conta.

Existem algumas variáveis que devem ser consideradas para entender a conta de energia e gás. Por exemplo, em algumas casas todos os itens são elétricos, incluindo o aquecimento. Em outras, o gás é usado no aquecimento da casa, da água e para cozinhar, sendo o gás mais barato que a energia elétrica.

Assim, o valor médio das duas contas é de 80€, e esse valor varia de acordo com a época do ano, considerando que no inverno o consumo é mais elevado. Além disso, o tamanho da casa e o número de moradores também pode aumentar o valor da conta.

Água

A conta de água em Portugal, como mencionamos, pode variar um pouco mais de uma cidade para outra, uma vez que é de responsabilidade do município ou concelho, como é chamado por aqui.

O valor médio da conta de água é de 22€ para um casal. Esse valor pode variar de acordo com a época do ano, a quantidade de roupa que se lava em casa, se tem lava-louça, entre outros fatores. Mas, geralmente, é uma conta que não ultrapassa os 30€.

TV, telefone e internet

Existem pelo menos três grandes empresas de comunicação em Portugal, são elas a Vodafone, Meo e Nos (no interior do país há também a Nowo). Os preços variam pouco de uma para outra, a escolha vai depender da disponibilidade da fibra ótica na região que você escolher viver – acredite, faz muita diferença na qualidade.

Um pacote básico custa a partir de 33€, mas com pouco mais você pode escolher pacotes mais completos. Inclusive, é possível incluir os celulares no plano. Pode ser uma boa opção, ajuda a ter mais controle e, em alguns casos, é possível economizar.

Transporte público

O transporte público em Portugal é bom e os custos são relativamente baixos. O passe mensal mais completo no Porto e em Lisboa, que permite circular por toda a zona metropolitana, custa 40€ em ambas as cidades. Já o passe municipal ou 3 zonas como é contratado no Porto, custa 30€.

Em Braga o passe mensal custa 18€ ou 30€, de acordo com o perímetro de deslocamento. Já em Faro os preços mensais variam entre 10,70€ e 40€, conforme o tipo de passe.

Nas cidades médias o valor é um pouco mais baixo, podendo variar entre 10€ a 40€. Além disso, em todas elas existe a chamada tarifa social, que concede descontos para famílias de baixa renda, estudantes, idosos e outros grupos.

Os serviços de metrôs, trens e ônibus funcionam muito bem e têm ótimo custo

Lazer em Portugal

Talvez esse seja o gasto mais subjetivo desta lista, afinal, os gastos de lazer variam muito de uma pessoa para outra, das prioridades estabelecidas e do estilo de vida. Com aproximadamente 200€ por mês é possível ter uma vida social ativa, sair para bares, jantar fora, ir em shows, entre outras atividades.

Quem não costuma sair tanto pode ter um gasto bem inferior. Como dissemos, esse é o gasto mais subjetivo e depende muito do estilo de vida e do tipo de atividade de lazer que você gosta.

Gasto com saúde em Portugal

Os gastos com a saúde também variam de acordo com as prioridades, por exemplo, se optar por um seguro saúde, terá um custo fixo mensal, mas se optar pela saúde pública, esse custo é variável. A seguir apresentamos melhor os detalhes de ambos.

Saúde pública

Em primeiro lugar é preciso saber que a saúde pública em Portugal é paga. Sim, a cada vez que você for ao médico ou realizar exames será cobrado um valor. Esses custos (taxas moderadoras) são relativamente baixos, por exemplo, uma consulta com um médico de especialidade custa 7€. Mas se precisar ir à urgência no hospital, o valor é mais alto: 18€. As consultas primárias com médico de família não têm cobrança de taxa moderadora.

Esses custos são simbólicos e servem especialmente para não sobrecarregar o sistema. Além disso, ao usar o sistema público, o custo dos medicamentos receitados pelo médico do SNS (Sistema Nacional de Saúde) fica bem abaixo do mercado.

Isso porque o governo tem um sistema de comparticipação, no qual arca com parte do custo do medicamento e o restante fica por conta do usuário. É bem comum que o preço do medicamento custe menos de 5€ com a receita médica.

Seguro de saúde / plano de saúde

Apesar do ótimo sistema público de saúde, há quem opte pelos seguros de saúde, equivalente ao plano de saúde no Brasil. Apesar de ser relativamente barato, se comparado aos planos no Brasil, o seguro saúde tem o custo mensal a partir de 30€.

É possível encontrar planos com valores mais baixos, mas normalmente estas opções incluem apenas uma seguro de hospitalização, não abrangendo consultas médicas e exames. Portanto, o valor depende da seguradora, da idade do segurado e de quais serviços você vai desejar incluir no plano.

Porém, as consultas também são pagas, mas com valores mais baixos do que no sistema privado. Geralmente uma consulta com o seguro saúde custa de 15€ a 30€. Se você fizer uma consulta com um médico privado sem ter um seguro saúde pagará, pelo menos, 80€ pelo atendimento.

Uma das vantagens do plano é que é possível recorrer diretamente a um médico especialista, não sendo obrigatório passar pelo médico de família como acontece no sistema público.

No site da Deco Proteste você pode consultar um simulador de seguros de saúde.

Gastos com carro em Portugal

Quem pretende ter um carro em Portugal também precisa considerar este gasto. Primeiro, vamos considerar a compra do carro. Um modelo novo, que não seja de luxo, pode custar entre 14.000€ e 38.000€.

Carros usados, a partir de 2016, podem ser encontrados a partir de 7.000€, conforme a pesquisa que fizemos no site Standvirtual.

Também é preciso considerar os seguintes custos:

Tipo de gastoValor
Imposto Único de Circulação (IUC) – imposto anualVaria entre 29,39€ e 403,23€ (dependendo do modelo do carro)
Inspeção anual obrigatória31,48€
Seguro obrigatório250€ (em média)
AbastecimentoA gasolina custa em média 1,70€/litro, o carregamento elétrico pode custar de 0,15€ a 0,45€ por kWh

Fora estes gastos há outras variáveis que vão influenciar no custo, como: mensalidade (caso tenha comprado o carro financiado), pagamento de estacionamento, garagem mensal, manutenção e portagens (pedágios).

Assim como todos os gastos, o custo total de um carro vai depender do modelo, valor da parcela, custo do seguro, tipo de combustível, quanto você anda por mês, entre outros. Mas, em resumo, ter um carro em Portugal pode custar entre 400€ e 550€, incluindo o valor da mensalidade do financiamento.

Resumo do custo de vida em Portugal em 2022

Resumindo o custo de vida em Portugal em 2022 para um casal, temos:

ItemPreço
Aluguel – T1 no centro579€
Energia e gás80€
Água20€
TV, telefone e internet30€
Alimentação250€
Transporte – passe mensal metropolitano80€
Lazer200€
Saúde – seguro para 2 pessoas60€
Total para um casal1.299€

Ou seja, o custo de vida em Portugal é, em média, 1.299€ para um casal. Mas esse valor é apenas uma base, se você for viver no Porto ou em Lisboa, é preciso acrescentar de 90€ a 270€ para o aluguel – que está acima da média nacional.

Também é preciso considerar que existem imprevistos, gastos extras com roupas e calçados, farmácia e estudos, assim como outros gastos que podem ser prioridade para algumas pessoas, como a academia. Por isso, sempre considere pelo menos mais uns 200 a 300€ nesses custos para uma vida tranquila.

Por fim, é preciso considerar também os gastos do carro, caso pretenda ter um. Lembre-se de que isso pode encarecer o orçamento em mais 400€ ou 500€.

Custo de vida em Lisboa x custo de vida no Porto x custo de vida em Braga x custo de vida em Faro

Como falamos no tópico sobre o custo de vida nas cidades, Lisboa é, sem dúvidas, a cidade mais cara para viver em Portugal. Especialmente por causa do custo de moradia, a cidade tem aluguéis muito caros, especialmente na zona central.

Por outro lado, os preços em Braga são consideravelmente mais baixos, sendo que o custo de vida geral na cidade é 19% mais barato do que em Lisboa. Já se comparado ao Porto, viver em Lisboa é 13% mais caro.

Despesas mensaisLisboaPortoBragaFaro
Aluguel – T1 no centro864€674€559€631€
Despesas fixas (água, luz, telefone, gás e internet)150€150€150€150€
Alimentação250€250€250€250€
Transporte80€80€60€60€
Saúde60€60€60€60€
Lazer200€200€200€200€
Total para um casal1.604€1.414€1.279€1.351€

Quantos euros por mês para viver em Portugal?

O valor base do custo de vida em Portugal, somadas as contas básicas e a média do aluguel, é de 1.310€, considerando pelo menos mais 200€ de imprevistos e extras que podem surgir ao longo do mês. Assim, esse valor se eleva para 1.510€.

Mas se considerarmos o Porto e Lisboa é preciso acrescentar pelo menos mais 90€ ou 270€ por conta do valor dos aluguéis. Dessa forma, nas duas principais cidades do país é preciso entre 1.600€ e 1.780€ para um casal.

Salário em Portugal

O salário mínimo em Portugal é de 705€ em 2022. O valor está abaixo do necessário para viver no país, assim, para um casal em que cada um ganha o mínimo pode ser apertado dar conta de todos os gastos. Entretanto, nas cidades menores é possível viver com um salário mais baixo.

Mas se cada um ganhar o equivalente ao salário médio em Portugal, que foi 1.300€ em 2021 é possível ter uma vida bem tranquila no país.

Conclusão do custo de vida em Portugal

O mais importante a ter em mente sobre o custo de vida em Portugal é que ele vai depender de aspectos como a cidade escolhida e o padrão de vida que você pretende levar. Apresentamos um valor base do custo no país, e a partir dele é importante calcular os custos de acordo com sua realidade e necessidades.

Por fim, outro aspecto relevante é sempre deixar uma margem entre o salário e os gastos, isso porque nunca se sabe quando um imprevisto pode acontecer. Desde coisas pequenas como a necessidade de comprar um casaco extra para o frio até gastos com caução ao alugar um apartamento.

Lembrando sempre, o mais importante é ter um bom planejamento financeiro e adaptar os gastos de acordo com os ganhos para evitar apertos no fim do mês.

A nossa conclusão sobre o custo de vida em Portugal é a seguinte: Portugal é um país para ter segurança, qualidade de vida, e não para ficar rico (como o “sonho americano” que algumas pessoas idealizam). Você sonha com qualidade de vida? Então espero que a gente ainda se encontre aqui por Portugal!

Artigo publicado originalmente no Eurodicas.